Mundo

Crianças publicam vídeos de cariz sexual para ganhar seguidores

A polícia espanhola já identificou mais de 100 menores.

Uma investigação espanhola revelou que centenas de menores gravam e publicam nas suas contas nas redes sociais vídeos de relações sexuais. Até ao momento as autoridades já identificaram 110 menores entre os dois e os 13 anos.

Os vídeos onde protagonizam são publicados pelos próprios nas suas contas de Twitter e Instagram como forma de obter mais ‘gostos’ e seguidores.

“As crianças identificadas aproveitam-se de momentos íntimos em casa para gravar as imagens de cariz altamente sexual (…) aparecem em muitos casos com amigos ou família da mesma idade”, revelou a polícia ao El País.

Esta é a primeira grande operação das autoridades espanholas contra a disseminação de material sexual infantil autoproduzido, depois do país ter sido alertado para o conteúdo pelo Centro Nacional para Crianças Desaparecidas e Exploradas dos Estados Unidos.

De acordo com o jornal espanhol, os pais destas crianças tinham conhecimento das contas nas redes sociais, mas não estavam conscientes do conteúdo que os filhos publicavam. Em alguns casos, os menores identificados tinham entre dois e cinco anos, sendo as suas imagens publicadas por familiares próximos.

A investigação da polícia continua e mais 20 crianças estão a ser identificadas em todo o território espanhol.

  • “Vamos a Jogo” acompanhou Luís Filipe Vieira no dia da reconquista
    15:21