Mundo

Espanhola desaparecida em Paris estava internada num hospital psiquiátrico

A jovem foi encontrada nas ruas da capital francesa na quarta-feira.

Novas revelações avançadas pela imprensa espanhola adiantam que a jovem de 22 anos esteve internada no hospital psiquiátrico Henri Ey, junto ao local onde estudava, desde sábado, mas que por não ter documentos não foi possível identificá-la.

Natália Sánchez Uribe estava desaparecida desde 1 de maio, quando na quarta-feira as autoridades francesas a encontraram nas ruas de Paris, “desorientada, mas bem de saúde”, e a transportaram para o hospital psiquiátrico, onde mais tarde acabou por ser identificada pelo pai.

A pedido da família não foram revelados mais pormenores sobre o caso.

A estudante espanhola estava em Paris desde setembro a fazer Erasmus na Universidade de Sorbonne. Estava em processo de mudar de casa e vários amigos revelaram, entretanto, que se sentia perseguida e observada.

As autoridades continuam a investigar o caso.

  • Votar? É mais praia...
    2:43