Mundo

Temer libertado porque Tribunal considera que não se justifica a prisão preventiva

Temer libertado porque Tribunal considera que não se justifica a prisão preventiva

Ex-presidente do Brasil é acusado de corrupção, peculato e lavagem de dinheiro, mas ainda não foi julgado.

Michel Temer foi novamente libertado. O Tribunal Superior de Justiça considerou que a prisão preventiva não se justifica e decidiu substituir a privação de liberdade por outras medidas de coação.