Mundo

Ativistas exigem justiça após morte de criança na fronteira dos EUA com o México

Ativistas exigem justiça após morte de criança na fronteira dos EUA com o México

Cinco crianças da Guatemala morreram depois de serem detidas depois de entrarem nos Estados Unidos. 

Dezenas de ativistas manifestaram-se ontem em El Paso, no Texas, para exigir justiça pela morte de mais uma criança na fronteira dos EUA com o México.

A criança guatemalteca, de 2 anos e meio, morreu no dia 16 de maio, num hospital do Texas, onde estava internada. Tinha sido detida juntamente com a mãe depois de ter entrado nos Estados Unidos de forma irregular.

Foi a quinta criança originária da Guatemala a morrer de doença nos Estados Unidos depois de ser detida nestas circunstâncias.

  • Saiba quais são os medicamentos que contêm ranitidina
    0:53