Mundo

Australiano condenado a dez anos por sequestro e violação de turista britânica

7NEWS.AU

Elisha Greer conheceu Marcus Martin durante uma visita à Austrália. Acabou espancada, violada e mantida em cativeiro durante um mês.

O australiano que violou uma turista britânica, mantendo-a também sequestrada durante um mês em Queensland, foi condenado a 10 anos de prisão.

Marcus Allyn Keith Martin, de 25 anos, declarou-se culpado de ambas as acusações: violação e privação de liberdade. De acordo com os termos da sentança anunciada esta terça-feira, terá de cumprir pelo menos 80% da pena.

Como tudo começou

O caso remonta a 2017, quando Elisha Greer, natural de Liverpool e então com 22 anos, visitou a Austrália. A jovem conheceu Marcus Martin numa festa e inicialmente achou-o divertido, tornando-se amigos. Mas depressa percebeu que era violento, tendo acabado espancada e ameaçada com uma arma.

O seu pesadelo só terminou quando foi resgatada pela polícia, chamada a intervir depois de Elisha ter entrado numa bomba de gasolina com várias lesões visíveis e diferentes ferimentos. A jovem acabou por explicar aos agentes que estava a ser mantida em cativeiro.

  • "O hospital não interna doentes em refeitórios"
    7:14