Mundo

Eleições legislativas gregas antecipadas marcadas para 7 de julho

Paul Hanna

"A decisão do primeiro-ministro é realizar as eleições em 7 de julho para não perturbar o período de exames escolares".

As eleições legislativas gregas antecipadas, convocadas pelo primeiro-ministro Alexis Tsipras, no rescaldo da sua derrota eleitoral de domingo, foram marcadas para 7 de julho, anunciou terça-feira o porta-voz do Governo.

"A decisão do primeiro-ministro é realizar as eleições em 7 de julho para não perturbar o período de exames escolares", disse o porta-voz do governo, Dimitris Tzanakopoulos, em entrevista à estação de televisão Alpha.

Alexis Tsipras, cujo partido de esquerda Syriza foi fortemente sancionado nas eleições europeias e locais no domingo, anunciou na mesma noite que convocaria eleições antecipadas.

"Depois da segunda volta das eleições locais (2 de junho), pedirei ao Presidente que organize as eleições nacionais imediatamente", disse Alexis Tsipras, no seu discurso, transmitido pela televisão.

Para a Europa, o Syriza obteve 23,7% dos votos, enquanto a Nova Democracia (ND, partido à direita) alcançou mais de 33%, segundo os resultados quase completos divulgados no site do Ministério do Interior.

Depois das eleições regionais de domingo, a Nova Democracia está em vias de controlar a grande maioria das 13 regiões gregas. Nas eleições municipais de Atenas e Salónica, os candidatos do ND também vão com vantagem para a segunda volta, a realizar a 2 de junho.Eleito pela primeira vez em janeiro de 2015, Alexis Tsipras viu o seu mandato terminar em outubro.

Embora inicialmente fosse identificado com a esquerda radical, Tsipras é acusado pelos opositores de "trair" o seu eleitorado depois de ter sido forçado a abandonar as promessas pré-eleitorais sobre "o fim da austeridade".

Tsipras, 44 anos, é um dos poucos representantes da esquerda atualmente no poder num Estado membro da União Europeia.

Lusa