Mundo

Guiné Equatorial vai abolir pena de morte até 2020

Themba Hadebe

PR Marcelo Rebelo de Sousa diz que recebeu confirmação das autoridades de Malabo de que a medida será tomada até à próxima cimeira da CPLP em 2020

O Presidente da República português diz que este é um passo fundamental para a Guiné Equatorial.

De visita à Ilha do Príncipe, Marcelo esteve reunido com o ministro dos Assuntos Exteriores numa reunião onde o chefe da diplomacia manifestou ainda o apoio de Portugal e à missão que a CPLP vai realizar na República da Guiné Equatorial já em junho.

Fazem parte da CPLP Portugal, Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

Adriano Machado

  • Escolas fazem negócio com refeições
    11:40