Mundo

Turquia liberta cientista da NASA com dupla nacionalidade

(Arquivo)

CHRIS O'MEARA

Serkan Golge foi detido em julho de 2016.

A Turquia libertou esta quarta-feira Serkan Golge, um investigador da NASA com dupla nacionalidade, turca e dos EUA, cuja detenção durante cerca de três anos prejudicou as relações entre os dois Estados.

"Saudamos a notícia da libertação da prisão de Serkan Golge, hoje ocorrida" declarou a porta-voz do Departamento de Estado norte-americano, Morgan Ortagus, aos jornalistas.

"Vamos continuar a seguir de perto o caso de Golge, bem como os dos nossos empregados" no terreno, acrescentou, apelando à Turquia para que deixe o cientista "regressar a sua casa o mais depressa possível".

Serkan Golge foi detido em julho de 2016, durante uma visita ao seu país de origem, quando o Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, estava a fazer uma ofensiva contra os alegados apoiantes do clérigo Fethullah Gulen, acusado por Ancara de ser o instigador da tentativa de golpe de Estado nesse mesmo mês.

Em fevereiro de 2018 foi condenado a sete anos e meio de prisão, acusado de pertencer às redes de Gulen, apesar dos protestos dos EUA.

Um tribunal turco tinha colocado em liberdade, em outubro, um outro norte-americano, o pastor Andrew Brunson, cuja detenção, seguida de prisão domiciliária na Turquia, suscitou uma grave crise entre turcos e norte-americanos.

Lusa

  • André Rieu fez um vídeo para os fãs portugueses
    0:38