Mundo

A queda de um príncipe

Nicholas da Roménia admitiu esta segunda-feira, 27 de maio, a existência de uma filha de três anos

É a história da queda de um príncipe. Nicholas da Roménia admitiu esta segunda-feira, 27 de maio, a existência de uma filha de três anos. É o fim da polémica, depois de Nicolae ser afastado da monarquia para sempre quando nasceu o escândalo.

Depois de ter negado que se tinha envolvido com Nicoleta Cîrjan, no início desta semana, Nicholas Medforth-Mills (antigo príncipe da monarquia romena) voltou atrás e admitiu o que sempre contrariou. "Depois da minha insistência em estabelecer a paternidade da alegada criança, a senhora Nicoleta Cîrjan aceitou a condição [teste de paternidade]", começa por dizer.

"Dado o contexto que esta criança veio ao mundo e o facto de não ter tido uma relação com a mãe, assumo a responsabilidade legal. Por razões que envolvem a proteção dos melhores interesses da criança, considero que qualquer aspeto da sua vida é estritamente privado. Com o desejo expresso de a proteger e não a tornar objeto da imprensa ou risco de bullying, decidi não fazer mais comentários sobre este assunto", termina numa mensagem apelidada de fria e pouco esclarecedora.

A mãe da menina de três anos reagiu de imediato na sua página de Facebook. "O dia não podia ser mais surpreendente que isto! E veio como uma lição de paciência. E com a confiança que a verdade sempre prevalecerá", escreveu.

Mais em Fama Show

  • André Rieu fez um vídeo para os fãs portugueses
    0:38