Mundo

Condenado a 19 anos de prisão por atirar criança do 3.º andar de centro comercial

Handout .

Caso aconteceu nos Estados Unidos da América.

Um norte-americano foi condenado a 19 anos de prisão, depois de se declarar culpado de ter atirado um menino de 5 anos do terceiro andar de um centro comercial, no Minnesota.

Segundo a BBC, Emmanuel Aranda disse à polícia que foi ao Centro Comercial America "à procura de alguém para matar", acabando por escolher a criança, identificada apenas como Landen.

Os pais do menino defenderam em tribunal que o ato foi de alguém que "queria matar e destruir", e exigiram um "castigo máximo".

Landen sobreviveu à queda de 12 metros de altura, mas teve de ser submetido a várias cirurgias. Apesar do traumatismo cranino e vários ossos partidos, os pais do menino de cinco anos revelaram que a recuperação tem sido "milagrosa".

Aranda declarou-se culpado, em maio, de uma tentativa premeditada de homicídio, como parte de um acordo com os procuradores. A sentença foi ouvida esta segunda-feira em tribunal, onde o homem de 24 anos se recusou a falar.

Em declarações às autoridades, Aranda confessou que tinha inicialmente planeado matar um adulto, antes de escolher Landen. Disse ainda que as várias rejeições de mulheres no centro comercial foram a causa do ataque.

  • De potência nacional a problema ambiental
    13:27