Mundo

Presidente da Ucrânia destitui 15 dos 27 governadores

TATYANA ZENKOVICH

Volodymyr Zelensky está no poder desde 20 de maio.

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, destituiu hoje 15 dos 27 governadores do país e propôs de novo ao parlamento a substituição do ministro dos Negócios Estrangeiros, Pavló Klimkin.

Volodymyr Zelensky, no poder desde 20 de maio, demitiu os governadores de regiões como a capital, Kiev, e Donetsk, dividida em duas devido à guerra contra os separatistas pró-russos em Donbass.

A lista dos novos governadores designados pelo chefe de Estado ucraniano foi publicada no portal da Presidência.Zelensky propôs ao parlamento a substituição do atual chefe da diplomacia, Pavló Klimkin, pelo subchefe da administração presidencial e ex-embaixador na NATO, Vadim Pristaiko.

O parlamento ucraniano já tinha rejeitado, na semana passada, a destituição de Pavló Klimkin, assim como do ministro da Defesa e do chefe do Serviço de Segurança.

Em 30 de maio, os deputados recusaram a exoneração do primeiro-ministro, Vladimir Groisman.

De acordo com a Constituição ucraniana, as nomeações e destituições no Governo têm de ser aprovadas pelo parlamento.

O Presidente ucraniano dissolveu o parlamento e convocou eleições antecipadas para 21 de julho, mas o parlamento (Rada) continua em funções até ao início da nova legislatura.

Lusa.

  • O fim da era Netanyahu em Israel?
    2:23