Mundo

Presidente francês vai oferecer nova árvore da amizade a Donald Trump

Joshua Roberts

Muitos críticos olham para a morte da árvore original como uma metáfora da atual relação entre os dois líderes.

Uma nova árvore da amizade vai ser enviada para a Casa Branca, depois do carvalho que o Presidente francês ofereceu a Donald Trump ter morrido.

A notícia foi avançada pelo próprio Emmanuel Macron, numa entrevista à televisão estatal suíça, que confirmou ainda que a árvore que plantou juntamente com o Presidente norte-americano, nos jardins da Casa Branca, tinha mesmo morrido durante a quarentena.

"Mas nós vamos enviar-lhe uma nova. Não há problema", disse Macron esta terça-feira, citado pela CNN.

A árvore foi oferecida por França aos Estados Unidos da América para assinalar a união entre os dois países.

Apesar de muitos críticos olharem para a morte do carvalho como uma metáfora da atual relação entre os dois líderes, o Presidente francês recusou a ideia. "Não devíamos ver um símbolo onde não existe nenhum. O símbolo é que nós a plantamos juntos", explicou Macron na entrevista.

Os presidentes mostraram-se cordiais durante as comemorações do Dia D, em França, no entanto as relações diplomáticas têm vindo a deteriorar-se no último ano. Os líderes estão cada vez mais distantes em assuntos como as alterações climáticas, o pacto com o Irão e a relação com a Europa. Ao longo do último ano, trocaram várias críticas e avisos.

A primeira árvore

O carvalho original veio de um bosque no norte de França, onde cerca de dois mil soldados norte-americanos morreram na Batalha de Belleau.

Depois de ser plantada, a árvore foi retirada e posta em quarentena. Este é um procedimento obrigatório nos Estados Unidos da América, quando se trata de um organismo vivo importado, para impedir a propagação de doenças e insetos.

  • E Se Fosse Consigo? A pobreza e a exclusão social
    34:51