Mundo

Número de mortes causadas pela dengue no Brasil aumentou 163% em 2019

China Stringer Network

A dengue é transmitida pelo mosquito Aedes Aegypt.

O Governo brasileiro informou esta segunda-feira que o país registou, de janeiro até 08 de junho, 366 mortes causadas por dengue, um aumento de 163% face ao mesmo período do ano passado, quando a doença matou 139 pessoas no país.

O último boletim epidemiológico divulgado pelo Ministério da Saúde indica que foram registados 1.127.244 casos prováveis de dengue no país, quando no mesmo período de 2018 houve 170.628 casos.

Atualmente, a incidência da dengue, que considera a proporção de casos em relação a população, está em 540,7 casos para cada 100 mil habitantes no Brasil.

As regiões sudeste e centro-oeste apresentam os maiores índices de transmissão da doença, com 920,5 casos para cada 100 mil habitantes e 908,7 casos para cada 100 mil habitantes, respetivamente.

A dengue é transmitida pelo mosquito Aedes Aegypt.

Segundo o mesmo boletim epidemiológico do Governo brasileiro, a infeção por "chikungunya" e pelo "zika vírus", que têm o mesmo mosquito vetor da dengue, também cresceram.

Foram confirmados 65.826 casos de "chikungunya" no Brasil, de janeiro a junho, dado que indica uma incidência de 31,6 casos para cada 100 mil habitantes.

Em 2018, no mesmo período, haviam sido confirmados 61.483 casos de "chikungunya".

Foram confirmadas 15 mortes provocadas pela "chikungunya" em 2019 contra cinco no ano passado.De janeiro a junho foram registados no Brasil 6.526 casos de infeção pelo "zika vírus". Em 2018, no mesmo período, foram diagnosticados 5.098 casos prováveis.

Lusa