Mundo

Militar da comitiva de Bolsonaro detido em Sevilha com 39 Kg de droga na bagagem

Sergio Perez

Sargento fazia parte da comitiva brasileira para a cimeira do G20 no Japão e foi detido no aeroporto de Sevilha por suspeita de tráfico de drogas. Presidente confirmou o caso nas redes sociais

Adriano Machado

Na rede social Twitter o Presidente brasileiro oferece ajuda a Espanha para esclarecer detenção de militar da sua comitiva

Segundo a TVE espanhola o sargento brasileiro de 38 anos fazia parte do corpo de segurança do Presidente brasileiro quando foi intercetado pela segurança do aeroporto do sul de Espanha com 39 quilos de cocaína, distribuídos por 37 embalagens, na bagagem que transportava para o Japão, com o Presidente Bolsonaro.

Ainda segundo a TVE, o militar está detido na sede da Guardia Civil de Sevilha (correspondente à GNR portuguesa) e deverá ser presente a um juiz amanhã.

Incidente desviou comitiva brasileira para Lisboa

De acordo com a imprensa brasileira, a detenção levou o Governo brasileiro a mudar a escala do avião do Presidente, que deveria ser feita também em Sevilha, para Lisboa.

O Presidente brasileiro participa em Osaka, no Japão, em 28 e 29 de junho, numa reunião do G20, que corresponde às 19 maiores economias do mundo mais a União Europeia.

  • Boris Johnson foi alvo de críticas e elogios
    2:35