Mundo

Pelo menos três mortos em duplo ataque suicida na Tunísia

Zoubeir Souissi

Dois bombistas suicidas fizeram-se explodir esta quinta-feira em ataques separados contra a polícia no centro de Tunes, provocando a morte de um polícia, afirma o ministro do Interior tunisino.

Pelo menos três pessoas morreram, incluindo os atacantes, e nove ficaram feridas.

O primeiro ataque aconteceu junto à embaixada de França em Tunes e teria como alvo um veículo da polícia. De acordo com fontes oficiais, o ataque resultou na morte de um polícia e feriu outros dois. Pelo menos três civis também ficaram feridos.

Momentos depois, um segundo bombista suicida fez-se explodir junto à sede anti-terrorista do Governo, provocando quatro feridos.

Policias fortemente armados isolaram os locais dos ataques.

Ataque ainda não foi reivindicado

A Tunísia tenta controlar a ação de grupos de militantes junto à fronteira com a Argélia desde que a revolta derrubou o regime do líder autocrático Zine Abidine Ben Ali, em 2011.

A elevada taxa de desemprego no país também tem gerado convulsão nos últimos anos.

O último grande atentado terrorista no país foi há quatro anos, quando um museu no centro de Tunes e uma praia de Sousse foram atacadas, com várias vítimas, incluindo turistas estrangeiros. Um terceiro atentado terrorista contra a guarda presidencial tunisina matou 12 pessoas e acabou por ser reivindicado pelo Daesh.