Mundo

Presidente da Tunísia internado em "estado crítico"

Zoubeir Souissi

Béji Caid Essebsi tinha já sido hospitalizado no final da semana passada.

O Presidente tunisino, Béji Caid Essebsi, 92 anos, está "em estado crítico" após ser hospitalizado devido a uma "grave doença", anunciou um dos seus conselheiros e a presidência.

"A situação do Presidente é crítica", indicou no Twitter o seu conselheiro, Firas Guefrech.

Essebsi, "vítima de uma grave doença, foi transferido para o hospital militar de Tunes", tinha referido pouco antes a presidência na sua página Facebook.

A notícia surgiu quando dois atentados acabavam de atingir a capital da Tunísia, com um balanço de um polícia morto e oito feridos, segundo as autoridades.

O chefe do Governo, Youssef Chahed, que se deslocou ao centro de Tunes, evitou responder aos jornalistas sobre o estado de saúde do Presidente.

Béji Caid Essebsi tinha já sido hospitalizado no final da semana passada, com um dos conselheiros a referir-se a exames de rotina, enquanto um outro evocou um problema de saúde menor.

O clima político na Tunísia adensou-se nos últimos meses, com a aproximação das eleições presidenciais e legislativas, previstas para outubro e novembro.

Lusa