Mundo

Bolsonaro espera que Brasil seja dos primeiros a ratificar acordo comercial com UE

Adriano Machado

O Governo brasileiro antecipa que, com o acordo, o PIB do Brasil poderá alcançar em 15 anos os 125 mil milhões de dólares.

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, afirmou este domingo esperar que o seu país seja um dos primeiros a ratificar os termos do acordo de livre comércio entre a União Europeia e o Mercosur.

Bolsonaro falava em Brasília à chegada do Japão, onde participou na cimeira do G20, sobre o acordo que deverá ser avaliado pelos ministérios brasileiros envolvidos no processo e terá que passar pelos deputados e pelo Senado.

O Governo brasileiro antecipa que, com o acordo, o Produto Interno Bruto do Brasil, a maior economia sul-americana, poderá alcançar em 15 anos os 125 mil milhões de dólares.

No acordo acaba-se com os impostos para a exportação de frutas, café solúvel e óleos vegetais, peixe ou crustáceos.

Os exportadores brasileiros têm mais acesso ao mercado europeu, com quotas nos mercado da carne, açucar ou etanol e as empresas que exportam produtos industriais também deixarão de pagar impostos para exportar.

Lusa