Mundo

“Desculpa, Bianca”. Matou a namorada e publicou as fotos do corpo na Internet

Twitter

Casal tinha-se conhecido através do Instagram.

Uma jovem de 17 anos, que se tornou popular na comunidade “gamming”, foi assassinada no fim de semana e as fotografias do seu corpo divulgadas na Internet pelo suspeito do crime, o namorado.

O alerta chegou ao departamento de polícia de Utica, em Nova Iorque, ao início da manhã de domingo, depois do suspeito ter ligado para os serviços de emergência norte-americanos e admitido o crime, ameaçando suicidar-se de seguida.

Quando os agentes chegaram ao local, o homem golpeou o pescoço várias vezes com uma faca, acabando por ser detido e transportado para o hospital com ferimentos graves.

Debaixo de um tapete, a polícia encontrou cabelo castanho que o suspeito confirmou ser da namorada. As autoridades acabariam por encontrar o corpo de uma jovem, que identificaram como Bianca Devins, com várias marcas e ferimentos na zona do pescoço.

Romance no Instagram

Segundo a CNN, o par tinha-se conhecido há dois meses através da rede social Instagram e desenvolvido um relacionamento amoroso.

As autoridades norte-americanas acreditam que o crime terá acontecido depois de uma discussão, na noite de sábado, quando o casal regressava de um concerto em Nova Iorque.

O suspeito, identificado como Brandon Clark, de 21 anos, terá posteriormente divulgado as fotografias do cadáver da namorada na plataforma Discord, uma aplicação de chat particularmente utilizada entre “gamers”, e também no Instagram, com a legenda "Desculpa, Bianca". Segundo a imprensa internacional, este último terá demorado cerca de 24 horas a remover o conteúdo, uma situação que gerou controvérsia entre os utilizadores, mas que a rede social já veio negar.

Ao Observador, fonte do Facebook que detém o Instagram explicou que “não conseguimos dizer ao certo quanto tempo demorou a remover a publicação, mas não demorou 24 horas”.

Bianca ia começar as aulas na universidade no outono

Em comunicado, a família de Bianca relembrou a jovem como uma “artista talentosa, uma irmã querida, filha, prima, uma menina maravilhosa, que nos foi tirada demasiado cedo. Está a ver-nos lá de cima, juntamente com a sua gata, Belle, no céu”.

“O sorriso da Bianca iluminou as nossas vidas. Será para sempre lembrada como a nossa princesa”.

Bianca planeava começar as aulas na Universidade de Mohawk Valley, em Utica, no outono.