Mundo

Uber cobrou 100 vezes mais a passageiros

© Toby Melville / Reuters

Erro aconteceu com utilizadores da aplicação nos Estados Unidos da América.

Vários passageiros da Uber nos Estados Unidos da América recorreram às redes sociais para denunciar que tinham sido cobrados 100 vezes mais do que o preço apresentado na aplicação.

Por uma viagem que devia custar 96,72 dólares (86,23 euros), a aplicação terá cobrado 9.672 dólares. Segundo a BBC, algumas viagens foram tão caras que acabaram por acionar alertas de fraude.

O problema de pagamento terá sido sentido por passageiros das cidades norte-americanas de San Diego e Washington.

Um utilizador da aplicação recorreu ao Twitter para denunciar que a Uber tinha cobrado à mulher 1.905 dólares, em vez de 19,05, o que levou o seu cartão de crédito a atingir o limite.

Para além das cobranças excessivas, os utilizadores queixaram-se ainda de não conseguir contactar diretamente a Uber para resolver o problema.

Na reação ao caso, a empresa norte-americana assegurou que o erro tinha sido solucionado, mas recusou-se a revelar quantos passageiros tinham sido afetados. Reconheceu que a situação era "frustrante" e que seria resolvida sem ser necessário contactar os bancos.