Mundo

Quase 30 mortos à passagem do tufão Lekima pela China

FEATURECHINA

O número de vítimas causadas pelo tufão Lekima, no leste da China, subiu para 28, afirmaram hoje as autoridades locais à agência de notícias France-Presse, enquanto equipas de resgate continuam a procurar pelo menos 20 pessoas.

O anterior balanço apontava para a morte de 22 pessoas e dez desaparecidos.

Ondas de vários metros de altura atingiram a costa quando o tufão atingiu a costa na noite de sexta-feira na província de Zhejiang, sul de Xangai.

As autoridades procederam à evacuação de uma zona com mais de um milhão de pessoas como forma de prevenção, quando se aproximava o tufão.

Na sexta-feira, a China emitiu um alerta máximo para as áreas costeiras da província de Zhejiang, dada a previsão de ventos e chuvas fortes.

O alerta vermelho, emitido pela China, é o mais alto do sistema de alertas, de quatro níveis, levando as autoridades a preparar evacuações, suspender ligações ferroviárias, viagens aéreas e a exigir o regresso de embarcações aos portos.

Lusa

  • O que resta do Titanic?
    2:12