Mundo

Exército Russo anuncia cessar-fogo das forças do regime em Idlib a partir de sábado

Omar Sanadiki

O governo sírio já tinha anunciado um cessar-fogo no dia 1 de agosto, que suspendeu poucos dias depois acusando a oposição de não o respeitar.

O exército russo anunciou hoje um cessar-fogo unilateral das forças governamentais da Síria, que entrará em vigor na região de Idlib (noroeste) no sábado de manhã.

Foi concluído um acordo para "um cessar-fogo unilateral das forças governamentais sírias a partir das 06:00 (04:00 em Lisboa) de 31 de agosto", indica um comunicado do centro russo para a reconciliação na Síria. Moscovo é o principal aliado do regime sírio.

"O centro russo para a reconciliação apela aos comandantes dos grupos armados para abandonarem as provocações e juntarem-se ao processo de resolução pacífica nas zonas que controlam", adianta.

Depois de vários meses de intensos bombardeamentos pelas aviações russa e síria, as forças do Presidente Bashar al-Assad iniciaram a 8 de agosto uma ofensiva terrestre contra a província de Idlib, dominada pelos jihadistas do Hayat Tahrir al-Sham (HTS, ex-ramo sírio da Al-Qaida), mas onde se encontram também vários grupos rebeldes.

Na quinta-feira, as forças pró-governamentais conquistaram novos setores na zona, depois de já terem tomado a importante cidade de Khan Cheikhoun, no sul de Idlib.

O governo sírio já tinha anunciado um cessar-fogo no dia 1 de agosto, que suspendeu poucos dias depois acusando a oposição de não o respeitar.

Desencadeada em 2011 pela repressão pelo poder de manifestações pró-democracia, a guerra na Síria causou mais de 370.000 e milhões de deslocados e refugiados.

Lusa