Mundo

Sete mortos devido a ataque a membros do Exército e milícias na Nigéria

(Arquivo)

Joe Penney

Este é o segundo ataque do grupo em menos de uma semana.

Seis soldados nigerianos e um dos comandantes das milícias ao serviço do Exército foram mortos num ataque na quinta-feira à noite que terá sido perpetrado do Estado Islâmico na África Ocidental, noticiou a AFP.


De acordo com a agência de notícias francesa, os alegados terroristas aproximaram-se de uma dúzia de carrinhas de caixa aberta na cidade de Gubio, a 80 quilómetros de Maiduguri, a capital do estado nigeriano de Borno, e abriram fogo sobre os militares e os elementos das milícias que os acompanhavam.


"Os corpos de seis soldados e do líder local da Joint Forces Militia (CJTF) foram encontrados cheios de balas", disse uma fonte de segurança à AFP, acrescentando que muitos outros homens continuam desaparecidos.


Este é o segundo ataque do grupo em menos de uma semana; na segunda-feira, estes combatentes do grupo que resulta de uma cisão do Boko Haram, abriram fogo sobre um comboio militar na estrada entre Damasco e Gudumbali, matando pelo menos nove pessoas, e outros 27 soldados ainda estão desaparecidos.

Lusa

  • Sporting perde no arranque da caminhada europeia

    Liga Europa 2019/2020

    "Leões" perderam por 3-2 com o PSV, na Holanda.