Mundo

Filipinas declaram surto de poliomielite após 19 anos sem o vírus

Erik de Castro

O último surto nas Filipinas foi em 1993.

As autoridades de saúde filipinas declararam esta quinta-feira um surto de poliomielite após a Organização Mundial de Saúde (OMS) ter declarado o país livre do vírus há quase 20 anos.

O secretário de saúde Francisco Duque III anunciou numa conferência de imprensa que as autoridades confirmaram, pelo menos, um caso de pólio numa menina de três anos no sul da província de Lanao del Sur e detetaram a presença do vírus num esgoto na Manila e em canais no sul da região de Davao.

O responsável afirmou que as descobertas são suficientes para declarar um surto da doença num país que estava livre do vírus.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) expressaram a sua preocupação e prontificaram-se a ajudar o Governo a imunizar as crianças, que são as mais suscetíveis a contrair a doença incapacitante.

O representante filipino da UNICEF afirmou que, "enquanto houver uma criança infetada, outras crianças, no país e até mesmo fora, correm o risco de contrair pólio".

Segundo a página eletrónica da OMS, a poliomielite é uma doença viral altamente infecciosa com maior incidência nas crianças, sendo o vírus transmitido através de fezes ou de água ou alimentos contaminados.

A infeção estende-se por todo o corpo, mas o cérebro e a medula são os mais afetados, podendo causar paralisia irreversível.

Não existe cura para a poliomielite, que só pode ser prevenida pela vacinação.Desde 1988, o número de casos diminuiu em mais de 99%, mas a doença permanece endémica no Afeganistão, Nigéria e Paquistão e os surtos surgem, tipicamente, durante os meses de verão e outono. Em países industrializados é uma doença extremamente rara nos dias de hoje.

Numa declaração conjunta, a OMS e a UNICEF alegaram que o surto é preocupante porque é causado por um poliovírus tipo II derivado de uma vacina.

O vírus enfraquecido usado em vacinas replica-se por um curto período de tempo nos intestinos das crianças e é excretado nas suas fezes.

Em casos raros, o vírus enfraquecido consegue fortalecer-se em áreas com pouca sanitização e higiene. O último surto nas Filipinas foi em 1993. O poliovírus tipo II foi declarado globalmente erradicado em 2015.

Lusa

  • “Entregues à Sorte” – Primeiro episódio
    30:41