Mundo

Novo vídeo do primeiro-ministro do Canadá aumenta polémica

Globalnews

Esta é a terceira vez que Justin Trudeau é acusado de racismo em apenas 12 horas.

Um novo vídeo de Justin Trudeau com o tom de pele escurecido foi revelado esta quinta-feira pela Global News, depois do primeiro-ministro ter pedido desculpa por dois outros episódios semelhantes.

De acordo com o Partido Liberal do Canadá, o vídeo é genuíno e remonta aos anos 90, altura em que Trudeau teria cerca de 20 anos. Nas imagens, tem o rosto e o corpo coberto de maquilhagem escura, uma prática considerada racista.

Os outros episódios

Justin Trudeau com um turbante e o tom de pele do rosto e das mãos escurecido.

Justin Trudeau com um turbante e o tom de pele do rosto e das mãos escurecido.

Twitter

Na quarta-feira, o primeiro-ministro do Canadá pediu desculpa por ter escurecido a pele com maquilhagem numa festa em 2001. Disse lamentar profundamente a situação, que considera racista, mas que à época não estava ciente disso.

"Estou vestido com um fato de Aladino e maquilhado. Não devia ter feito isso (...) É algo que não considerei racista na altura, mas reconheço hoje que era. E lamento imenso por isso".

A segunda imagem surgiu no mesmo dia e retrata Trudeau num espetáculo de talentos no liceu. Semelhante ao episódio anterior, tinha a pele escurecida e interpretava a música jamaicana “Day-O" do músico e ativista Harry Belafonte.

A polémica surge em pleno arranque da campanha eleitoral no Canadá e está a gerar uma onda de críticas.