Mundo

Milionário disposto a pagar 10 milhões em campanha pela destituição de Trump

Mark Makela

Tom Steyer é um dos um concorrentes do Partido Democrata à Casa Branca, em 2020.

O milionário norte-americano Tom Steyer está disposto a gastar 10 milhões de dólares (mais de 9 milhões de euros) numa campanha nacional a pedir pela destituição de Donald Trump.

Num dos últimos vídeos publicitários, Tom Steyer diz que o Presidente norte-americano está " a cometer crimes" à frente de todos e a "posicionar-se ao lado de ditadores, contra os Estados Unidos da América".

O anúncio da verba, anunciado pelo Business Insider, surge após o lançamento, em 2017, da campanha "Need To Impeach" (Necessidade da Destituição, na tradução literal), liderada por Tom Steyer.

Segundo The Hill, a organização tem agora mais de oito milhões de assinaturas, com o milionário a sair da presidência do grupo para entrar na corrida às presidenciais norte-americanas.

O investidor e ativista decidiu avançar com a candidatura por "estar frustrado" com a apatia do seu partido.

No vídeo de apresentação, Tom Steyer prometeu reduzir a influência das grandes empresas na política norte-americana e tomar medidas drásticas para tentar reverter as mudanças climáticas, que é um dos objetivos do movimento NextGen American, apoiada por si.