Mundo

Mulher que ia ao solário seis vezes por semana fica com buraco no nariz

Norte-americana foi diagnosticada com cancro da pele.

Uma mulher dos Estados Unidos da América, que costumava fazer solário seis vezes por semana, ficou com um buraco no nariz, depois de desenvolver cancro da pele.

Rebekah Rupp começou a usar as câmaras de bronzeamento na adolescência. Em entrevista ao Daily Mail, a mulher de 41 anos confessou que, quando era mais nova, chegava a ir ao solário pelo menos seis vezes por semana.

"Adorava sentir-me bronzeada. Relaxava-me, fazia-me sentir bonita e dava-me um brilho que adorava."

Em dezembro de 2018, Rebekah teve de ir a um dermatologista, depois de descobrir um género de verruga branca na ponta do nariz. Segundo a mulher, o médico mostrou-se "bastante preocupado" com a aparência daquela marca, que foi removida e enviada para ser analisada.

"Estava muito assustada. Ouvir a palavra cancro magoa. É o pior sentimento do mundo, porque só ficas a pensar em morte."

A professora norte-americana descobriu que tinha carcinoma basocelular - um tipo de cancro da pele -, e que tinha de ser operada para retirarem o tecido cancerígeno do rosto. A cirurgia deixou Rebekah com um buraco no nariz, que foi reparado com outra operação.

Neste momento, a mulher está livre do cancro, mas com uma preocupação redobrada. Rebekah passou a tratar da pele, usa protetor solar todos os dias e chapéu quando está ao sol. Também os filhos estão bem protegidos do sol e têm sempre protetor solar nas malas.

"Protejam a vossa pele enquanto a têm. Não se bronzeiem em solários, nem se exponham ao sol sem protetor solar e proteção na cabeça."