Mundo

Moscovo revela que está ajudar a China a criar sistema de alerta de mísseis balísticos

Maxim Shemetov

O sistema permite detetar rapidamente o lançamento de mísseis balísticos intercontinentais.

O presidente russo, Vladimir Putin, revelou esta quinta-feira, em Moscovo, que o seu país está a ajudar a China a construir um sistema de alerta para o lançamento de mísseis balísticos intercontinentais, relatou a imprensa local.

Durante uma intervenção numa conferência internacional de negócios na capital russa, Putin revelou que a Rússia tem auxiliado os chineses a criar o sistema de alerta.

"É uma coisa séria, que melhorará de forma radical a capacidade de defesa da China", disse o Chefe de Estado russo.Estas declarações assinalam um novo patamar na cooperação entre os dois países na área da defesa, reforçando laços militares e políticos entre os antigos rivais comunistas.

O sistema de alerta que está a ser construído pelos chineses é semelhante aos que Estados Unidos da América e União Soviética instalaram durante a Guerra Fria, envolvendo um conjunto alargado de radares e satélites espaciais.

Lusa