Mundo

Homem paralisado consegue mover-se com um exoesqueleto que lhe lê a mente

clinatec.fr

Tetraplégico não andava desde uma queda que lhe afetou a medula.

Um homem conseguiu mover todos os quatro membros paralisados com um fato exoesqueleto controlado pela mente, relatam investigadores franceses.

Não são movimentos perfeitos e o fato só pode ser usado em laboratório, mas os investigadores franceses estão confiantes de que esta é uma abordagem que um dia poderá melhorar a qualidade de vida dos pacientes.

Para o francês de 30 anos que experimentou o exoesqueleto, dar os primeiros passos com o fato foi como ser o "primeiro homem na Lua".

Como funciona


clinatec.fr

Thibault fez uma cirurgia para colocar dois implantes na superfície do cérebro, nas partes do cérebro que controlam o movimento.

clinatec.fr

Cada implante tem 64 eletrodos que lêem a atividade cerebral e transmitem as instruções para um computador. Um software sofisticado lê as ondas cerebrais e transforma-as em instruções para controlar o exoesqueleto.

clinatec.fr

Thibault tem de ser amarrado ao exoesqueleto.

clinatec.fr

E quando ele pensa em "andar", desencadeia uma série de instruções para mover as pernas.

clinatec.fr

E pode controlar cada um dos braços, manobrando-os no espaço tridimensional.

Thibault, que não quer que o seu apelido seja revelado, caiu de uma altura de 15 metros há quatro anos. A lesão na medula espinal deixou-o paralisado e passou os dois anos seguintes no hospital.

Em 2017, participou nos testes de exoesqueleto com a Clinatec e a Universidade de Grenoble.

No início praticou a utilização dos seus implantes cerebrais para controlar uma personagem virtual, ou avatar, num jogo de computador. Mais tarde vestiu o fato.

"Foi como (ser) o primeiro homem na Lua", disse citado pela BBC. "Eu não andei durante dois anos, esqueci-me de como era estar em pé, esqueci-me que era mais alto que muitas pessoas".

  • Uma “má vizinhança” que durou 20 anos e um homicida que se diz inocente
    22:23