Mundo

PGR de Trump quer que Facebook dê acesso a mensagens encriptadas

Dado Ruvic

Procurador-geral dos EUA, William Barr, tem apoio do Reino Unido e da Austrália

Jacquelyn Martin

O procurador-geral dos EUA, William Barr, quer que a Facebook possibilite às forças policiais o acesso às mensagens encriptadas enviadas pelos seus utilizadores, ressuscitando as tensões com as empresas tecnológicas.

A aplicação WhatsApp, da Facebook, já tem as mensagens encriptadas, o que significa que os textos que utilizadores trocam entre si não podem ser lidos por terceiros.

A Facebook já informou que tenciona estender esta proteção às aplicações Messenger e Instagram Direct.

Enquanto os agentes da Justiça procuram uma forma de ler as mensagens análogas às escutas das chamadas telefónicas, peritos do setor da segurança entendem que dar à polícia tal possibilidade tornaria as mensagens inseguras para todos.

Barr vai fazer o pedido à Facebook, juntamente com os seus homólogos do Reino Unido e da Austrália e ainda com o secretário do Departamento da Segurança Interna, dos EUA.