Mundo

Ativistas do movimento Extinction Rebellion invadem aeroporto londrino

Henry Nicholls / Reuters

Pretendem ficar três dias no aeroporto London City.

Ativistas do movimento Extinction Rebellion invadiram hoje o aeroporto de London City, onde pretendem ficar durante três dias, sem causarem impacto nos voos.

Os manifestantes chegaram ao aeroporto às 09:30 (mesma hora em Lisboa), mas aquela infraestrutura aeroportuária permaneceu "totalmente aberta e operacional", informa o aeroporto na sua conta do Twitter.

Os fotógrafos das agências noticiosas AFP e Reuters que estavam no local viram várias pessoas a serem detidas.

Os ativistas do movimento tinham anunciado na quarta-feira que planeavam realizar esta ocupação, em que se sentavam e deitavam em frente à zona das partidas e das chegadas.

Os ecologistas consideram a extensão do aeroporto incompatível com a crise climática e pretendem que o saldo neutro de carbono seja alcançado em 2025, e não em 2050 conforme foi declarado pelo Parlamento.

A polícia de Londres anunciou na quarta-feira que já tinham prendido 800 pessoas desde segunda-feira, quando os protestos do movimento se iniciaram.

Também hoje no centro de Paris, ativistas do mesmo movimento bloquearam uma das principais artérias da capital, anunciou a AFP.

As dezenas de manifestantes que bloquearam o acesso à rua de Rivoli exigindo ações contra o aquecimento global.

Os ativistas colocaram esqueletos de plástico numa passagem pedestre para impedir simbolicamente a passagem.

O movimento Extinction Rebellion tem mobilizado 60 cidades do mundo durante toda a semana, em defesa de um melhor ambiente.


Lusa