Mundo

Jovem morta pela polícia através da janela do quarto

Facebook

O departamento da polícia divulgou imagens da "body cam" dos agentes.

Uma mulher negra foi morta na madrugada de sábado pela polícia do Texas, Estados Unidos, depois de um vizinho pedir às autoridades que verificassem se estava tudo bem. Atatiana Jefferson, de 28 anos, vivia com o sobrinho de oito.

O vizinho, James Smith, estranhou que a porta de casa de Atatiana estivesse aberta à noite e decidiu alertar as autoridades. O vídeo divulgado pelo próprio departamento da polícia de Forth Worth mostra os agentes a entrarem na propriedade e a verificarem o perímetro.

Ao verem um vulto perto da janela, exigiram que este levantasse as mãos. Pouco depois, um dos polícias dispara através do vidro. O incidente aconteceu por volta das 02h30 da madrugada de sábado (07h30 em Lisboa) e o óbito foi declarado no local.

O vídeo não inclui imagens do interior da propriedade, mas mostra uma arma que a polícia afirma ter encontrado dentro do quarto da mulher. Segundo a BBC, não é claro se esta estaria a segurar na arma na altura do disparo.

A versão da família

De acordo com o advogado da família de Atatiana, a jovem de 28 anos estaria a jogar videojogos com o sobrinho antes de se levantar para investigar um “barulho fora da janela”.

O vizinho de 62 anos, James Smith, contou, entretanto, que foi “investigar a propriedade” antes de chamar a polícia, mas não viu qualquer movimento no interior da casa.

“Estou abalado. Estou chateado. Sinto que a culpa é parcialmente minha. Se não tivesse chamado a polícia, ela estaria viva.”