Mundo

Encontrada com vida recém-nascida enterrada a quase 1 metro de profundidade na Índia

ANOOP KUMAR MISHRA/ BBC

Bebé foi encontrada dentro numa panela de barro numa campa rasa no norte do país.

Um morador da região de Uttar Pradesh, no norte da Índia, enterrava a própria filha que morreu após o parto quando deu com a descoberta macabra: uma outa menina recém-nascida, dentro de uma panela de barro, enterrada a cerca de 90 centímetros do solo.

"O morador escavava a vala para a própria filha a uma profundidade de três pés (cerca de 90 cm) quando a pá atingiu a panela de barro, que foi retirada. Lá dentro estava deitada a bebé", explicou o chefe de polícia local, Abhinandan Singh.

Chamada a polícia, a recém-nascida foi encaminhada para um hospital da região onde está a recuperar.

Foi, entretanto, aberta uma investigação ao caso, que a polícia suspeita ter a conivência dos pais.

"Estamos a tentar encontrar os pais da bebé, mas suspeitamos tenha acontecido com o consentimento deles", disse Singh aos jornalistas no estado de Uttar Pradesh.

Danish Siddiqui

Porque desaparecem tantas meninas na Índia

A Índia é um dos países do mundo coim a maior desproporção de género do mundo. Ainda hoje as mulheres continuam a ser discriminadas e consideradas um fardo para as famílias, em especial entre as comunidades mais pobres.

Várias organizações dos direitos humanos dizem que a tradicional preferência por filhos-homens na Índia já levou ao desaparecimento de milhões de meninas durante a gestação (feticida) ou após o parto (infanticídio).

Grande parte destas gravidezes acaba em aborto feito em clínicas ilegais, mas continua a registar-se um elevado número de bebés mortas à nascença.

  • A Justiça do Castigo
    26:54
  • Os 50 anos de carreira de José Mário Branco
    4:56