Mundo

Megaoperação europeia encontra mais de 300 vítimas de exploração laboral

Eram recrutados com a promessa de bons salários.

Uma megaoperação policial a nível europeu encontrou mais de 300 vítimas de exploração laboral no setor da agricultura e identificou 44 suspeitos de tráfico humano, sete dos quais foram detidos.

Nesta operação da Europol, liderada pelas autoridades francesas, estiveram meios de sete países, incluindo Portugal.

A maioria dos trabalhadores identificados vem da Bulgária, Polónia, Roménia e Marrocos.

São recrutados com a promessa de bons salários, transportes e habitação, mas acabam por encontrar uma realidade bem diferente, com condições desumanas e longas horas de trabalho.