Mundo

Marmota surpreendida por raposa: a melhor fotografia da vida selvagem de 2019

Este ano, o Museu de História Natural recebeu 48 mil inscrições de fotógrafos profissionais e amadores.

O fotógrafo chinês Yongqing Bao venceu o prémio da Melhor Fotografia do Ano da Vida Selvagem, atribuído pelo Museu de História Natural, em Londres, pela sua imagem de uma marmota surpreendida pelo ataque de uma raposa.

"O Momento" foi o nome escolhido pelo fotógrafo para a imagem tirada no Planalto do Tibete, na China.

Yongqing Bao

Cruz Erdmann venceu na categoria das melhores fotografias tiradas por jovens. O rapaz de 14 anos foi premiado pela imagem debaixo de água de uma lula de recife, captada durante um mergulho à noite, no Estreito de Lembeh, ao largo da Indonésia.

Cruz Erdmann

A competição vai na 55.ª edição e engloba 19 categorias de imagens da vida selvagem, desde comportamentos dos animais a retratos.

Este ano, o Museu de História Natural recebeu 48 mil inscrições de fotógrafos de 100 países, e os restantes vencedores podem ser vistos aqui.