Mundo

Coreia do Norte chama "cão raivoso" ao ex-vice-presidente dos EUA Joe Biden

Susan Walsh

A Coreia do Norte chamou o ex-vice-presidente dos Estados Unidos Joe Biden de "cão raivoso" que "deve ser espancado até à morte com um bastão", noticia a agência de notícias oficial.

Num comentário publicado na agência oficial de Pyongyang é referido que "o aspirante presidencial dos Estados Unidos" desencadeou "uma série de comentários contra a dignidade" do líder supremo do Norte, um ato que "merece um castigo impiedoso".

A Coreia do Norte insulta frequentemente líderes e políticos estrangeiros sobre o que considera serem comentários difamatórios sobre a sua liderança ou políticas hostis contra o seu governo.

Pyongyang já tinha feito comentários racistas ou sexistas contra Barack Obama e o ex-presidente sul-coreano Park Geun-hye, a primeira líder feminina do país, e Donald Trump.


"Qualquer pessoa que ouse caluniar a dignidade da suprema liderança da República Popular Democrática da Coreia, não pode ser poupada de punição impiedosa'', segundo a publicação.
Na publicação não ficou claro quais foram os comentários de Joe Biden a provocar a "ira da Coreia do Norte".

O democrata acusou recentemente o Presidente norte-americano Donald Trump de concordar com "ditadores e tiranos" e tem criticado muito as cimeiras com Kim Jong-un, chamando as reuniões de "cimeiras feitas para a TV".


Joe Biden lamentou, em campanhas de angariação de fundos, o abraço de Trump a líderes estrangeiros autoritários e nomeou especificamente Kim Jong-un e Vladimir Putin, Presidente da Rússia, chamando o par de "bandidos".


Biden tem também feito comentários aos "abusos dos direitos humanos de Kim Jong-un e os ataques contra dissidentes".

Lusa