Mundo

Um morto e mais de 400 desalojados devido às fortes chuvas no Brasil

Ricardo Moraes

Os munípios de Viana, Cariacica e Alegre decretaram situação de emergência.

Cerca de 500 pessoas foram retiradas das suas casas e una pessoa morreu devido às fortes chuvas que afetam o estado brasileiro do Espírito Santo desde segunda-feira, na região sudeste do país, segundo dados da Defesa Civil.

De acordo com a Defesa Civil de Espírito Santo, os desabamentos causados pela chuva fizeram um morto e seis feridos na região.

Neste momento, 249 pessoas estão desalojadas (deslocadas em casas de familiares ou amigos) e 240 estão desabrigadas (em abrigos do poder público), totalizando 489 cidadãos fora das próprias habitações.

Os munípios de Viana, Cariacica e Alegre decretaram situação de emergência, com três escolas e um centro desportivo a servir de abrigo para a população afetada.

Várias estradas encontram-se também interditadas devido ao deslizamento de terras.

Na manhã desta sexta-feira, moradores da comunidade de Seringal, no munícipio de Viana, no Espírito Santo, fecharam um trecho de uma via em protesto pelos alagamentos no bairro, após as fortes chuvas que atingiram o estado, relatou a imprensa local.

Lusa

  • Ministra reitera que grandes obras nos centros de saúde estão garantidas
    2:13