Mundo

EasyJet afirma que será a primeira a alcançar a neutralidade carbónica na aviação

Benoit Tessier

Companhia aérea anuncia parceria com a Airbus na investigação de um avião híbrido e a compra de 12 Airbus A320neo.

A companhia aérea britânica low costa easyJet afirmou hoje que será a primeira no mundo a alcançar a neutralidade carbónica através das compensações e anunciou uma parceria com o construtor europeu Airbus na investigação de um avião híbrido, bem como a compra de 12 novos aviões A320neo.

Para atingir a neutralidade carbónica, a easyJet vai investir, a partir do próximo ano, 25 milhões de libras, cerca de 29,2 milhões de euros, em projetos verdes, nomeadamente, na reflorestação e em energias renováveis, compensando assim as emissões de dióxido de carbono dos seus voos.

"Comprometemo-nos que todos os voos da nossa rede sejam neutros em carbono, será uma estreia mundial para uma companhia aérea", afirma a easyJet em comunicado.

O grupo avança que estas medidas de compensação carbónica será temporária até que seja construído o avião eleétrico ou híbrido.

Para esse fim fez uma parceria com o construtor europeu de aviões Airbus, depois de já trabalhar com a norte-americana Wright Electric no desenvolvimento de um avião elétrico.