Mundo

Detido no aeroporto por se fazer passar por piloto da Lufthansa

Facebook

Não foi a primeira vez que o indiano usou este truque para embarcar nos voos.

O indiano Rajan Mahbubani foi detido esta terça-feira no Aeroporto Internacional Indira Gandhi, em Nova Deli, depois de vestir o uniforme de piloto da Lufthansa para enganar os funcionários e contornar as linhas de segurança para obter informações sobre a ocupação do voo.

As autoridades detetaram o delito quando o homem estava prestes a embacar num voo da AirAsia, de Deli para Calcutá. Segundo o vice-comissário de polícia do aeroporto, Sanjay Bhatia, em declarações à CNN, o alerta foi dado por um funcionário da Lufthansa que viu "um passageiro suspeito que estava a fazer-se passar por um piloto da companhia aérea".

Encontrado com uma identificação falsificada para obter previlégios nos aeroportos, Mahbubani revelou que conseguiu a documentação na Tailândia. Contudo, as autoridades de segurança do aeroporto já andavam à procura dele, devido aos vídeos que publicava nas suas redes sociais.

Mahbubani achou que tinha descoberto o truque para obter um tratamento especial nos aeroportos, em vez disso, foi detido e está sob custódia policial e pode enfrentar um ano de prisão ou o pagamento de uma multa.

Este não foi o único caso de troca de identidade visto na Índia. Em setembro, Jayesh Patel, 32 anos, foi preso no mesmo aeroporto por se fazer passar por um homem de 81 anos, na tentativa de embarcar num voo para Nova Iorque.

  • Ministra reitera que grandes obras nos centros de saúde estão garantidas
    2:13