Mundo

Maduro acusa Colômbia de estar a preparar "conflito armado" na fronteira

Handout .

Presidente venezuelano diz ter "informação de primeira ordem".

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, acusou hoje novamente o Governo da Colômbia de preparar um "conflito armado" na fronteira que ambos países partilham para "desviar" a atenção dos protestos contra as medidas do chefe de Estado colombiano.

"Tenho a informação de primeira ordem de que se pretende um conjunto de provocações para um conflito armado na fronteira colombo-venezuelana para desviar a atenção da rebelião popular dos colombianos e colombianas contra Iván Duque [Presidente da Colômbia]", disse Maduro, num evento com trabalhadores ferroviários em Caracas.

"Denuncio e digo que a Força Armada como comandante chefe: preparem-se para defender a soberania e o direito à paz da Venezuela", prosseguiu, assegurando que no plano também participa o "comando sul" dos Estados Unidos.

O Executivo de Maduro tem acusado constantemente a Colômbia e os Estados Unidos de preparar planos contra a Venezuela para derrubar o Governo.

Com Lusa