Mundo

Agricultor indonésio morto por um tigre de Sumatra

Tigre de Sumatra, zoo na Grã-Bretanha

Rebecca Naden

Terceira pessoa morta por um tigre em menos de um mês.

Um tigre de Sumatra matou um agricultor indonésio numa plantação de café no sul da ilha, anunciou hoje a polícia.

"De repente, o tigre atirou-se à vítima", contou uma testemunha que viu o tigre aproximar-se e tentou avisar em vão a vítima, disse a polícia local, citada pela AFP.

O homem de 55 anos é a terceira vítima de um tigre de Sumatra em menos de um mês.

No mês passado, outro agricultor foi atacado e morto e dois turistas indonésios ficaram gravemente feridos em dois ataques distintos, mas na mesma província indonésia.

O responsável da agência local de conservação da espécie, Martialis Puspito, culpa os humanos por estes ataques, porque estão a destruir o habitat natural dos tigres com agriculturas intensivas.

As florestas têm sido destruídas para a plantação de palmeiras e consequente extração do óleo de palma.

O tigre de Sumatra está em perigo de extinção, segundo a União Internacional de Conservação da Natureza (IUCN, na sigla em inglês).

Neste momento vivem na natureza menos de 400 tigres de Sumatra.

Imagens do nascimento em cativeiro de um tigre de Sumatra

  • Indonésia pede à UE para suavizar normas para o óleo de palma

    Mundo

    A Indonésia, primeiro produtor mundial de óleo de palma, pede à União Europeia (UE) que abandone a aplicação de normas ambientais rigorosas para esta indústria, acusada de contribuir para a desflorestação, noticiou hoje a AFP. A exploração do óleo de palma está a afetar espécies em risco, tanto pela destruição do habitat, como pelos trabalhadores das plantações que matam os animais que se aproximam.

  • Bancos angolanos investigados pelo Banco de Portugal
    1:53