Mundo

Sismo de 6,8 no sul das Filipinas

TWITTER

Pelo menos uma criança morreu e há registo de dezenas de feridos.

Um sismo de magnitude 6,8 na escala de Richter abalou hoje a ilha de Mindanao, no sul das Filipinas, de acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), e que provocou o colapso de um edifício. Pelo menos uma criança de 6 anos morreu e há vários registo de vários feridos, avança a agência Reuters.

De acordo com o responsável do gabinete de Defesa Civil, Ricardo Jalad, registou-se o colapso de pelo menos um edifício de três andares em Padada, na província de Davao.


O sismo provocou também "várias dezenas de feridos", segundo a polícia, que anunciou que as buscas decorrem no edifício mais danificado que fica junto a um mercado não muito longe do epicentro do terremoto, a 90 km sul de Davao, a principal cidade da ilha.


O USGS localizou o epicentro do abalo a algumas dezenas de quilómetros a sul de Davao, a maior cidade da ilha de Mindanao. segundo este instituto, que inicialmente relatou uma magnitude de 6,9, não há risco de tsunami.

Nas redes sociais foram divulgadas imagens do terramoto e há notícia de vítimas mortais.

A população abandonou em pânico os centros comerciais, as suas casas e outros edifícios.

Como precaução, os pacientes foram evacuados dos hospitais e, segundo a porta-voz da polícia Lea Orbuda "não há eletricidade ou água corrente".


As autoridades de Davao e Cotabato, onde o sismo foi sentido com mais intensidade, suspenderam as aulas na segunda-feira para permitir verificar a estabilidade dos edifícios das escolas. Alguns locais ficaram sem eletricidade devido ao sismo.


Na última semana de outubro, a região foi afetada por dois sismos de magnitude 6,6 e 6,5, que provocaram 21 mortos e 432 feridos.

COM LUSA