Mundo

Menina de quatro anos sobreviveu cinco dias numa mata a comer fruta

(Arquivo)

Alkis Konstantinidis

Caso aconteceu no Brasil.

Uma menina brasileira de quatro anos foi encontrada com vida, numa mata perto de casa, depois de ter estado desaparecida cinco dias. A família acreditava que a criança se tinha afogado, mas acabou por ser encontrada por um primo a cerca de dois quilómetros do último lugar onde foi vista.

Ana Vitória desapareceu a 29 de dezembro numa comunidade entre os estados de Amapá e Pará. Encontrava-se numa zona ribeirinha junto a casa, a brincar numa canoa, da última vez que foi vista pelos familiares, razão pela qual acreditaram que se tinha afogado.

Acabou por ser encontrada na quinta-feira, 2 de janeiro, por um familiar numa área de mata. Estava desidratada e não conseguia andar. Durante o período em que esteve desaparecida alimentou-se de frutas.

“Do dia 30 ao dia 1 procurámos sem descansar no rio, onde poderia estar o corpo da criança. As informações repassadas pelos parentes fizeram-nos acreditar que a menina tinha morrido e não teria como ter ido para a floresta”, explicou um dos bombeiros do Amapá, Rosivaldo Andrade, ao G1.

“Por sorte o local onde ela estava não tinha animais agressivos a ponto de atacá-la, mas isso não afasta o risco que a mata possui de um corte, tropeço, arranhões, o risco aquático, frio, infeções. Ela passou por uma dificuldade tremenda”, concluiu.