Mundo

Modelo detida por inventar história de abuso sexual contra futebolista

Instagram Luisa Kremleva

Poderá ser condenada a pena de prisão.

Em junho de 2017, a modelo de dupla nacionalidade russa e espanhola Luisa Kremleva, de 24 anos, acusou o futebolista francês Theo Hernández de a ter agredido sexualmente no parque de estacionamento de uma discoteca em Marbella, Espanha.

Na altura, o lateral esquerdo de 22 anos tinha acabado de assinar pelo Real Madrid, depois de ter jogado uma das suas melhores temporadas no Alavés. Apesar das acusações e da investigação policial, Theo Hernández não foi detido e a juíza decidiu arquivar o caso poucos dias depois.

Esta segunda-feira, passados cerca de dois anos e meio, a modelo foi detida por alegadamente ter inventado a violação. O Ministério Público pede que seja condenada a prisão.

Na queixa que Luisa Kremleva apresentou, a que teve acesso o jornal espanhol Sur, a modelo relata que o futebolista a “forçou a continuar a relação sexual que ambos iniciaram livremente na parte de trás do carro” de Theo Hernández. A certa altura, a jovem de 24 anos terá decidido que não queria continuar o ato sexual, algo que o jogador “não aceitou”. Nessa altura, terá conseguido “fugir” dele.

“[Theo Hernández] abriu a porta do carro e atirou-a [Luisa Kremleva] para o chão, de joelhos, magoando-a e levando-a em choque para a discoteca”.

Na sequência da investigação, a polícia espanhola teve acesso às imagens de videovigilância do estabelecimento noturno, que mostram o par a sair da discoteca, cerca das 06h00, em direção ao veículo do jogador francês. Nessa altura, a modelo “tropeçou e caiu de joelhos, amparando-se com a mão direita".

Cerca de 15 minutos depois, “quando a agressão supostamente já teria ocorrido, ambos regressam na direção da discoteca a falar de forma amigável, não aparentando que nada de anormal tinha ocorrido, pelo contrário”, informa o tribunal.

O tribunal alega também que às 06h23 a modelo enviou uma mensagem pelo WhatsApp ao jogador pedindo-lhe “repetidamente” se podiam encontrar-se em casa dela. Posteriormente terá tentado ligar ao futebolista, mas este não atendeu.

Por volta das 07h00, à porta da discoteca, a modelo envolveu-se numa discussão com três raparigas que estariam a acompanhar Theo Hernández.

O Ministério Público acusa agora Luisa Kremleva de simular o crime e pede que o tribunal a condene a uma pena de prisão efetiva.

  • O que é o jantar amanhã?
    36:07
  • Os 44 golos de mais uma quinta-feira de Liga Europa

    Liga Europa 2019/2020

    Estão todos aqui. Os golos e os lances que marcaram os duelos da 1.ª mão dos 16-avos-de-final.

    SIC Notícias