Mundo

Imagens chocantes de leões doentes geram movimento solidário

MORWAN ALI

Milhares de pessoas tentam salvar os animais que estão no zoo de Al-Qureshi, na capital do Sudão, Cartum.

As imagens chegaram à internet através da partilha de Ashraf Shazly, um fotógrafo de Cartum que, durante um passeio pela capital do Sudão, deparou-se com cinco leões subnutridos.

Os animais estão no zoo de Al-Qureshi e encontram-se doentes. Uma das leoas acabou mesmo por morrer, esta segunda-feira, quando estava a caminho de uma clínica veterinária.


Essamelddine Hajjar, responsável do zoo, dise à agência de notícias France-Presse que o parque tem passado por dificuldades financeiras e que, muitas vezes, são os funcionários que compram a comida para os animais com o próprio dinheiro.

Mohamed Nureldin Abdallah

O ativista Osman Salih publicou imagens dos felinos e escreveu um longo texto no qual afirmava: "Depois de ver os incêndios na Austrália matarem tantas criaturas preciosas, ver estes animais enjaulados e a serem tratados desta maneira fez o meu sangue ferver".

As publicações de Osman Salih sobre o caso dos leões atraíram as atenções de milhares de pessoas e levaram à criação de uma campanha online com a hashtag #sudananimalrescue.

Nos últimos dias, a hashtag tornou-se "trending" nas redes sociais.

Mohamed Nureldin Abdallah

Numa das publicações no Facebook, o ativista disse que a receita mensal que o zoo recebe não é suficiente para alimentar um leão por semana.

O grupo de leões tem sido ajudado por associações e pelos habitantes de Cartum. Ainda assim não se encontram fora de perigo.