Mundo

Sobe para 20 número de mortos na erupção do vulcão Whakaari

Jorge Silva/ REUTERS

As autoridades da Nova Zelândia abriram duas investigações para determinar a responsabilidade pelo desastre, incluindo operadores turísticos que organizam viagens para a ilha.

A Polícia da Nova Zelândia declarou hoje mortas duas pessoas que desapareceram durante a erupção do vulcão Whakaari, no nordeste do país, em dezembro, elevando para 20 o número total de mortos.


Um homem neozelandês e uma mulher australiana foram identificados como as últimas duas vítimas mortais, informou a polícia local, em comunicado.


Após a erupção do vulcão na ilha Branca, também chamada Whakaari, a 08 de dezembro do ano passado, as autoridades neozelandesas lançaram operações de busca, por via terrestre e marítima, que viriam a ser encerradas duas semanas depois.


O Whakaari, um dos vulcões mais ativos do país, visitado por mais de 17.500 pessoas em 2018, entrou em erupção quando estava em estado de alerta 2, numa escala de 5.