Mundo

Criança baleada por baby-sitter que tirava selfies com a arma

Regis Duvignau

Caso aconteceu nos Estados Unidos da América.

Um menino de 10 anos da cidade norte-americana de Houston foi acidentalmente baleado na terça-feira pela baby-sitter, enquanto esta tentava tirar uma selfie com uma arma, que pensava estar vazia.

Caitlyn Smith baleou a criança no estômago. De acordo com a BBC, a jovem de 19 anos é tia do menino e enfrenta agora a acusação de causar ferimentos a uma criança.

O menino está em estado grave no hospital, mas os médicos acreditam que vai sobreviver.

Em declarações aos media locais, as autoridades revelaram que a jovem encontrou a arma em casa e usou-a para tirar fotografias.

"Enquanto estava a tirar fotografias, a arma disparou e atingiu a criança."

De acordo com o site Aquivo de Violência com Armas, só este ano, 6.155 pessoas morreram baleadas nos Estados Unidos, sendo que 321 foram mortes acidentais.

  • Terceiro período do ensino básico à distância. Exames do secundário adiados

    Coronavírus

    O terceiro período do ano letivo no ensino básico arranca no próximo dia 14, mas sem atividades letivas presenciais e com apoio de transmissões televisivas. Os exames nacionais do 11.º e 12.º anos foram adiados e o ano letivo pode estender-se até 26 de junho. Portugal regista 409 mortes e 13.956 infetados pelo novo coronavírus. Siga aqui ao minuto as últimas informações sobre a pandemia da Covid-19.

    Direto

    SIC Notícias