Mundo

Migrantes sírios acusam Turquia de os empurrar para a fronteira grega

Migrantes sírios acusam Turquia de os empurrar para a fronteira grega

Grécia suspende emissão de vistos

As imagens mostram o que parecem ser militares da Marinha da Grécia a usarem paus para empurrarem o pequeno bote de borracha, carregado de migrantes, em pleno Mediterrâneo.

Algumas pessoas chegam, mesmo, a serem agredidas.

O vídeo também mostra que houve disparos, que atingiram a água, muito perto da embarcação onde seguiam os migrantes, que acabaram por serem resgatados pelo navio grego e levados para Lesbos.

Na ilha, já estão muitos outros que esperam vir a conseguir um visto e o tão desejado asilo que lhes permita seguirem viagem para outros países da União Europeia.

Mas o governo de Atenas decidiu fechar as fronteiras e suspender, por um mês, a emissão de vistos.

A Grécia também já disse que conta com o total apoio de Bruxelas para enfrentar esta nova vaga de migração.

Segundo testemunhos de alguns grupos de refugiados sírios, milhares de pessoas estarão a ser empurradas, pelas autoridades turcas, em direcção à fronteira grega onde, na segunda feira, já houve confrontos com a polícia.

A Turquia já avisou que não vai continuar a arcar, sózinha, com a responsabilidade de alojar os mais de 3 milhões e meio de migrantes que vivem no país. A maioria fugida à guerra na Síria e à pobreza na Afeganistão e no Norte de África.

Ancara diz mesmo que, neste momento, há milhões de pessoas a caminho da União Europeia. E que a Grécia é o primeiro ponto de entrada.

Os presidentes do Parlamento, do Conselho e da Comissão Europeia, estão esta terça feira na Grécia para encontros com o governo de Atenas. O responsável pela política extrena de Bruxelas, viajou para a Turquia para tentar acalmar o governo de Recep Erdogan.

  • Estado de emergência em Portugal vai ser renovado. Novo máximo diário de mortes nos EUA

    Coronavírus

    O decreto para renovar o estado de emergência em Portugal é discutido e votado esta manhã pela Assembleia da República. Só ao final do dia é que deve ser comunicado ao país, por Marcelo Rebelo de Sousa. Portugal regista 187 mortes e 8.251 casos de Covid-19. Os EUA registaram um novo máximo diário de vítimas mortais. 884 mortes e 25.200 pessoas infetadas nas últimas 24 horas. No total, registam-se no país 4.475 óbitos e mais de 213 mil casos. Siga aqui ao minuto as informações sobre a pandemia.

    Direto

    SIC Notícias