Mundo

Bolsonaro vai fazer nova cirurgia para corrigir problemas provocados em atentado

Adriano Machado

Os problemas foram provocados por uma facada quase fatal de que foi alvo num atentado em 2018.

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, disse que vai ser submetido a mais uma cirurgia para sanar problemas de saúde provocados por uma facada quase fatal de que foi alvo num atentado em 2018.

A informação foi divulgada numa entrevista transmitida na noite de domingo pela rede de televisão Record.

Segundo o Presidente brasileiro, a operação será a última intervenção a que deverá submeter-se em consequência do atentado, mas não forneceu mais detalhes.

Este será o quinto procedimento cirúrgico a que Jair Bolsonaro será sujeito desde a tentativa de assassinato que sofreu quando concorria ao cargo mais alto do Governo do Brasil.

O chefe de Estado brasileiro foi esfaqueado no abdómen em setembro de 2018, durante um comício de campanha eleitoral, enquanto estava a ser carregado em ombros pelos seus apoiantes.

O atentado provocou-lhe danos intestinais e uma hemorragia interna grave.

Desde então, Jair Bolsonaro foi submetido a uma série de operações, para desbloquear o intestino, remover uma bolsa de colostomia e corrigir uma hérnia relacionada com a sua recuperação.

A entrevista em que o chefe de Estado brasileiro contou que fará uma nova operação foi conduzida por um comediante conhecido pelo nome de Carioca, que imita Jair Bolsonaro e que apareceu ao seu lado na semana passada.