Mundo

Bill Gates deixa conselho de administração da Microsoft

Jason Lee

Comunicado divulgado pela empresa norte-americana.

O multimilionário e cofundador da gigante tecnológica norte-americana Microsoft, Bill Gates, vai abandonar o conselho de administração daquela empresa, para "dedicar mais tempo às suas prioridades filantrópicas", que incluem a saúde mundial e combater as alterações climáticas, foi anunciado.

De acordo com um comunicado divulgado na página na Internet da Microsoft Corporation, o "cofundador e conselheiro tecnológico Bill Gates deixou o conselho de administração da empresa para dedicar mais tempo às suas prioridades filantrópicas, incluindo a saúde mundial, desenvolvimento, educação e a sua ação crescente no combate às alterações climáticas".

Bill Gates tinha transitado, em 27 de junho de 2008, "de um papel diário na empresa para dedicar mais tempo ao seu trabalho na Fundação Bill & Melinda Gates".

"Foi uma tremenda honra e privilégio ter trabalhado e aprendido com o Bill ao longo dos anos. O Bill fundou a nossa companhia com a crença na força da democratização do software e a paixão por resolver os maiores desafios da sociedade", afirmou, na mesma nota, o diretor executivo da Microsoft, Satya Nadella.