Mundo

Pentágono confirma que EUA atacaram milícias no Iraque em retaliação

Ahmed Jadallah / Reuters

Após ataque que matou dois soldados norte-americanos e um britânico.

Os Estados Unidos lançaram na quinta-feira ataques a postos da milícia xiita Kata'ib Hezbollah (KH) no Iraque, depois de dois soldados norte-americanos e um britânico morrerem numa ação contra as forças da coligação, informou o Pentágono.

O Departamento de Defesa indicou em comunicado, citado pela agência de notícia espanhola Efe, que se trata de "ataques defensivos de precisão" contra cinco instalações de armazenamento de armas, que visam "afetar significativamente" a capacidade das milícias de levar a cabo outras ações contra as forças da coligação.

"Esses ataques foram defensivos, proporcionais e em resposta direta à ameaça representada por grupos de milícias xiitas apoiados pelo Irão, que continuam a atacar bases que albergam forças da coligação", afirmou o Pentágono.

A nota confirmou que dois norte-americanos e um britânico morreram durante um ataque às instalações militares de Taji, que também causaram ferimentos noutros 14 soldados.

Segundo os Estados Unidos, este foi "o mais recente de uma série de ataques com 'rockets'", cometidos por milícias que afirmam ter o apoio de Teerão.